• Artigos

  • Relatos

  • Dicas e
    curiosidades

  • Eventos

  • Dicas de
    viagem

Vinhedos Urbanos

01/09/2015::Daniel Chaves

Vinhedos urbanos

(Daniel Chaves)


Já pensou em beber um vinho feito com uvas viníferas plantadas dentro de um grande centro urbano? Pode parecer estranho, mas para alguns moradores de grandes cidades é uma realidade passar por um vinhedo a caminho do trabalho...

 

1) Clos Montmartre - Paris

Desde 1933. Uvas Gamay e Pinot Noir.

Foto: Daniel Chaves

Provavelmente o mais famoso deles, a história do pequeno vinhedo urbano localizado em Montmartre remonta a épocas antigas, em que as uvas da colina eram apreciadas pelos reis. A colina teria supostamente ganhado o nome de Goutte d'Or (gota de ouro) por causa de seus vinhos.
As vinhas acabaram desaparecendo de Paris...até 1933. A área onde hoje se encontra o Clos Montmartre foi destinada à construção de prédios em 1921, mas moradores locais protestaram pela criação de um parque para crianças no local. Eles ganharam a briga, mas o parque acabou sendo invadido anos depois, o que levou à decisão de plantar as videiras resgatando a história da região. Infelizmente a localização não é das mais propícias para o cultivo de uvas: há muita sombra, a exposição é ao norte, entre outras dificuldades. Após o plantio, os membros marcaram a primeira festa para comemorar a iniciativa sem se dar conta do tempo que teriam que esperar pela primeira colheita, o que fez com que ela fosse celebrada com vinhos de Beaujolais. De toda forma, a Fête des Vendages (festival da colheita) continua sendo um evento muito popular nos dias de hoje.

 

2) Vinhedos de Viena

Vinhedos desde 500 a.c. 1500 acres no total, com predomínio de uvas Grüner Veltliner, Riesling, Zwiegelt e Pinot Noir.

Foto:  Gerhard Elze

Há videiras em Viena desde sua fundação. Os vinhedos cercam a cidade e cerca de 600 produtores vendem seus vinhos em tavernas próprias chamadas Heurigen. Originalmente eles não eram conhecidos por produzir vinhos de qualidade, mas hoje em dia alguns chegam a abastecer os melhores restaurante da cidade. 

 

3) Neighborhood Vineyard - São Francisco

Desde 2013. Uva Pinot Noir

Foto: California Uncorked

Inspirada pelo exemplo de Montmartre, Elly Hartshorn resolveu criar algo semelhante na cidade de São Francisco. Para implantar o vinhedo em um parque público e convencer a prefeitura de seu plano, ela pesquisou a história da cidade e descobriu que no início do século XX já havia vinhedos  por ali, cultivados pelos imigrantes franceses e italianos. 
Isto, somado a ajuda de amigos, especialistas em vinho e voluntários apaixonados, fez o "vinhedo da vizinhança" uma realidade. A primeira safra de Pinot Noir é esperada para o ano que vem.

 

4) Forty Hall Vineyard - Londres

Desde 2010. Uvas Chardonnay, Pinot Noir, Pinot Meunier, Bacchus e Ortega.

Foto: Forty-Hall Farm

É parte da Forty-Hall Farm, um projeto social e colaborativo levado à frente no norte de Londres para promover alimentos locais e orgânicos. A primeira safra foi em 2013 e algumas das uvas foram destindas à produção de espumantes, área em que a Inglaterra vem surpreendendo. Não por acaso, entre as uvas plantadas nos 10 acres estão as típicas de Champagne.

 

5) Tessaloniki Vineyard - Tessaloniki

Desde 2013. Uvas Robola, Malagousia, Agiorgitiko e Xinomavro

Foto: Demotix

Fruto da colaboração entre o Domaine Gerovassiliou, o município de Tessaloniki e a universidade local, o pequeno vinhedo de dois acres, localizado entre prédios residenciais e um estádio, tem finalidade educacional e de beneficiar a comunidade local com a venda dos vinhos em leilões. 

  • Rex Bibendi
  • Enoteca Decanter
  • Vinho Site