• Artigos

  • Relatos

  • Dicas e
    curiosidades

  • Eventos

  • Dicas de
    viagem

Beira Interior – Portugal 2011 – Castelo Rodrigo – Convento D'Aguiar e Trancoso

01/06/2011::Christovão de Oliveira Junior

Clique para ampliar

Iniciamos o segundo dia com uma visita ao castelo da Vila de Figueira Castelo Rodrigo. Do alto de um morro, ruínas de um Castelo ainda mantêm uma estrutura de grande beleza em uma área com uma vista maravilhosa.

Clique para ampliar

O castelo foi a residência oficial durante os séculos XVI e XVII de Cristóvão Moura e que foi incendiado pela população local na época da independência nacional.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Em seguida fomos ao Convento de Santa Maria de Aguiar onde tivemos outra prova de vinhos e encontro com diversos produtores locais.

Clique para ampliar

O convento foi edificado no século XII e, embora conhecido como convento, era na verdade um mosteiro. Na sua construção predominam os estilos romântico e gótico. Existe, ao lado, uma igreja cisterciense com planta em cruz latina. O local é de uma grande beleza e propiciou belos momentos ao nosso grupo. Devo ressaltar que tivemos mais um dia de sol brilhando e uma temperatura muito agradável para o consumo de vinhos. Este foi um encontro com um tempo um pouco maior e no qual diversos produtores estavam presentes alocados em mesas separadas, sendo que cada um deles apresentavam diversas garrafas para serem degustadas pelos visitantes. Na verdade foi montada uma mini-feira com muito mais amostras do que seríamos capazes de conhecer no tempo previsto. Além dos vinhos foram servidos diversos produtos regionais, principalmente doces e salgados.

Nosso almoço foi no restaurante LAGAR (um antigo lagar de azeite) e, mais uma vez, diversos vinhos da região e seus produtores estiveram presentes. Momento de trabalho, mas também de uma grande descontração e confraternização. Aliás, um dos pontos altos desta viagem foi a forma como fomos recebidos em cada um dos locais nos quais estivemos presentes. A acolhida que tivemos na Beira Interior foi, como regra geral, realmente excepcional.

Antes de continuar nossa maratona de degustação de vinhos fizemos uma visita, na parte da tarde, em Trancoso à Casa Da Prisca – tradicional fabricante de produtos de salsicharia – e no final da tarde outra prova no Castelo local.

Clique para ampliar

No final da tarde nos encaminhamos para o Castelo de Trancoso para mais uma prova de vinhos locais e também de outros produtos da culinária regional. No Castelo fomos recebidos pela tradicional Confraria da Sardinha Doce, um doce conventual já citado na primeira parte destes relatos. Além dos vinhos foram servidos diversos produtos do Concelho de Trancoso.

Clique para ampliar

O evento teve apresentação ao ar livre da Orquestra das Beiras. Para premiar a brilhante organização dos eventos tivemos mais um fim de tarde espetacular. Todo o evento no Castelo, bem como os produtos servidos só valorizaram mais um dia especial na Beira Interior.

O dia terminou com um jantar no Hotel de Turismo na presença de diversos produtores de vinhos levaram para degustação mais amostras de espumantes, brancos e tintos da região.

A seguir alguns detalhes dos locais que visitamos.

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

Fica no coração da região do Riba Côa sendo que o Concelho de Figueira do Castelo Rodrigo é constituído por 17 freguesias e uma população total de 7.200 habitantes. Faz fronteira a leste com a província espanhola de Salamanca. É limitada por três rios: Douro, Côa e Águeda.

Todo o concelho apresenta grande riqueza arquitetônica com edificações que refletem diversos períodos da historia portuguesa. As belezas naturais da região tornam a região reconhecida em todo o país. Um atrativo a mais é a rica culinária além da hospitalidade de seu povo.

Castelo Rodrigo conserva ainda o plano medieval de uma praça circular com uma cintura de muralhas, as quais foram construídas pelos romanos que ali edificaram um grande forte.

Clique para ampliar

TRANCOSO

Clique para ampliar

O concelho de Trancoso é constituído por 29 freguesias com 70 povoações. É uma zona de montanha com altitudes de até 985 metros acima do nível do mar. A antiga Vila de Trancoso foi recentemente transformada em cidade e apresenta um ambiente medieval de grande beleza e com belas ruas que demonstram um excelente estado de preservação. A cidade faz parte do programa “Aldeias Históricas de Portugal”.

Clique para ampliar

A cidade está em um planalto de 900m de altitude e tem em seu ponto mais elevado um belo castelo murado que se impõe na paisagem da região. Diversos monumentos históricos, como a Porta d’El Rey, valorizam a paisagem urbana. São inúmeros os prédios históricos que tornam uma caminhada pela cidade uma atividade imensamente prazerosa.

Clique para ampliar

A cidade de Trancoso tem mostrado uma grande vitalidade sendo que nos últimos anos vive tempos de crescimento urbano e desenvolvimento social e econômico. Novas unidades hoteleiras, equipamentos urbanos e a conservação do patrimônio histórico têm siso responsáveis pelo crescimento do turismo não só na cidade como em toda a região. É um local privilegiado, do qual a partir de um círculo de apenas 70 quilômetros se pode conhecer verdadeiras jóias da região que são: as Aldeias históricas de: Marialva, Castelo Rodrigo, Almeida, Castelo Mendo, Belmonte e Linhares da Beira. O Parque Nacional do Douro Internacional e Douro Superior (Patrimônio da Humanidade), Parque Natural Serra da Estrela e Parque Arqueológico do Vale da Côa (Patrimônio da Humanidade).

Para finalizar o relato deste dia, aqui vão alguns vinhos degustados (clicar nos vinhos para ver a avaliação)

  • Quinta da Arrancada Branco 2010
  • Pinhel Tinto 2008
  • Quinta dos Currais Síria 2009
  • Quinta dos Currais Branco 2009
  • Quinta os Currais Tinto 2009
  • Quinta dos Currais Reserva 2004
  • 7 Capelas Branco 2009
  • Quinta da Caldeirinha Aragonês 2007
  • Terras do Marechal Touriga Nacional 2009
  •  

    • Rex Bibendi
    • Enoteca Decanter
    • Vinho Site