• Artigos

  • Relatos

  • Dicas e
    curiosidades

  • Eventos

  • Dicas de
    viagem

A amizade segundo Roederer!

16/04/2012::Christovão de Oliveira Junior

Clique para ampliar

“Amar apaixonadamente a vinha, preservar o estilo de cada vinho, vinificar em madeira, degustar frequentemente, deixar ao tempo a tarefa de completar, a seu ritmo, a obra dos homens... assim nasce, ao preço de uma longa paciência, um Champagne Louis Roeder”.

Os deuses têm caminhos que fogem à nossa compreensão para nos mandar mensagens. Tínhamos programado, até por obrigação, mais uma reunião de nosso “Klube do Champagne” e eu precisava escolher um destes espumantes para levar a esta reunião especial. Aliás’ os vinhos que degustamos sempre fazem destas reuniões ocasiões especiais, mas é fácil explicar o motivo desta ter sido “mais especial”: depois de poucos meses na Austrália nosso embaixador, amigo e irmão Marco Aurélio tinha vindo mais uma vez a BH. Veio ao Brasil para o casamento de seu irmão no Rio de Janeiro, mas não esqueceu dos amigos de BH. Então a ocasião foi mais do que especial uma vez que para mim estes poucos dias que ele esteve no seu novo país de resistência já parecia uma eternidade. Reunião do Klube, com a presença do Marcão é igual propaganda de Mastercard: não tem preço. Lá fui eu escolher o que levar, já sabendo que o espumante mais importante seria levado pelo Rodrigo. Escolhi então um Roederer Rosé safrado. Quando peguei a garrafa e olhei o contra-rótulo eu vi a frase acima, que no mesmo instante bateu forte como um trovão, tão cheia de simbologia ela era.

A frase me fez pensar no período de convívio com o Marco Aurélio, principalmente o período em que ele (felizmente) morou no Buritis.

Amar apaixonadamente os amigos:

Mais que obrigação esta é uma benção. Amigos como Marco e Camila representam tudo de bom que podemos ter da vida. Perdoem-me os demais amigos, principalmente os que também estavam presentes na reunião e com os quais sempre compartilhamos momentos inesquecíveis; com certeza outros relatos virão para celebrar nossa amizade. Ah, esta observação não vale para a Ana; ela não conta, é muito mais que só amiga!

Clique para ampliar

Preservar o estilo de cada uma delas:

Que bom que cada uma das amizades tem o seu estilo. Que bom que eu gosto de cada um deles exatamente do jeito que eles são. Não quero nenhuma mudança. Se mudar estraga. Marco e Camila foram (são e serão) muito mais que amigos: companheiros, afilhados, confidentes, parceiros e irmãos. Num estilo único que será sempre relembrado com um carinho também único. Eles são melhores que qualquer vinho que jamais bebemos ou beberemos.

Vinificar em madeira:

Claro que sim. Uma amizade jamais seria construída na assepsia do aço inoxidável. Ela tem toques finos, instigantes, elegantes e intensos. Como um Belo Vinho. Ah o vinho em nossas vidas! Quantas garrafas! Quantos almoços! Quantos jantares! Quantos papos! Quanta “conversa de bêbado! Quantas palavras com a língua enrolada! Não quero nem tentar imaginar a ausência do vinho. Com ou sem madeira, branco, tinto ou espumante, doce ou fortificado o fato é que foram incontáveis. Aromas e sabores que ajudaram a moldar a complexidade e a indestrutibilidade da amizade.

Degustar frequentemente:

Ah, quer coisa melhor do que isto? Cada encontro, cada evento, cada viagem é algo que marca e que fica presente eternamente no coração e na mente. Não me canso nunca!

Deixar ao tempo a tarefa de completar, a seu ritmo, a obra dos homens (e dos deuses, eu completaria):

Sim, quem melhor do que o tempo para solidificar, aprimorar, aumentar e fazer caminhar para a perfeição. E, claro, num compasso que independe da nossa ação. Que é ditado pela sabedoria do tempo. Aliás acho até que é uma boa hora para lembrar de Vinicius de Moraes:

“Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!”

Assim nasce ao preço de uma longa paciência uma amizade como a que tenho com Marco e Camila.

Clique para ampliar

E para não dizer que eu não falei de vinhos, os que bebemos foram (clicar nos vinhos para ver a avaliação):

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Apenas dois exemplos dos pratos, sempre especiais, preparados pelo Chef Leonardo Mendes:

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Que este Klube tenha muitas reuniões tão felizes como esta!

Afinal, celebrar a amizade é algo que não tem limites e cujo prazer também é infinito!

Clique para ampliar

 

  • Rex Bibendi
  • Enoteca Decanter
  • Vinho Site