• Artigos

  • Relatos

  • Dicas e
    curiosidades

  • Eventos

  • Dicas de
    viagem

Almoço com Domingos Alves de Sousa

17/07/2012::Christovão de Oliveira Júnior

Clique para ampliar

No dia seguinte ao Decanter Wine Show tive a felicidade de participar, junto com Flávio Moraes, da Enoteca Decanter, e um grupo de enófilos, de um almoço com o produtor português Domingos Alves de Sousa.

Clique para ampliar

“Seu” Domingos, como muitos o chamam é uma verdadeira lenda viva no Douro. Junto com Dirk Niepoort (Niepoort Vinhos), João Nicolau de Almeida (Ramos Pinto) e Miguel Champalimaud (Quinta do Cotto) ele foi um dos pioneiros na elaboração do vinho de mesa de qualidade no Douro. Em uma região na qual todas as uvas de qualidade eram dirigidas para a elaboração do Vinho do Porto, o que sobrava para o vinho de mesa (nome dado em Portugal para o vinho tranquilo ou vinho fino) era da pior qualidade possível. Além disso, não havia qualquer tradição (e cuidado) na elaboração deste tipo de vinho.

Há três anos tive a felicidade de visitar algumas de suas propriedades no Douro e as horas que passei em companhia de “Seu” Domingos foram das mais agradáveis que já passei em uma visita a um produtor. Agradáveis pelo papo super agradável e amigável dele, pela quantidade de informações sobre a região e sobre seus vinhos e principalmente pela qualidade dos vinhos que degustamos juntos. Um verdadeiro privilégio.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Visitar o Douro, e em especial a visita à Domingos Alves de Sousa, significa mergulhar em um mundo todo especial e de vinhos que se destacam pela personalidade e distinção. São vinhos que buscam, acima de tudo, falar de seu terroir e de sua gente. Cada taça e cada gole trazem aromas e sabores que encantam e cativam.

Clique para ampliar

Durante a visita tivemos algumas horas (e muitos vinhos) nas quais pudemos visitar algumas de suas Quintas e compartilhar um almoço no excelente Restaurante Castas e Pratos. Poder degustar os vinhos de suas propriedades ouvindo a história de cada um deles é algo inesquecível. “Seu” Domingos fala de cada um de seus vinhos com uma paixão, um carinho e um orgulho difíceis de se igualar. Aliás, não sem motivo, ele é considerado um dos principais produtores de Portugal já tendo sido premiado duas vezes como Produtor do Ano em escolha da Revista de Vinhos de Portugal nos anos de 1999 e de 2006.

Seus vinhos são aclamados mundialmente e a diversidade de seus rótulos é algo marcante. Um belíssimo e emocionante relato sobre uma visita ao Douro, com comentários sobre alguns vinhos, foi elaborado pelo meu amigo e Mestre Gerson Lopes e pode ser lido em http://www.vinhoesexualidade.com.br/

Clique para ampliar

Domingos Alves de Sousa possui hoje seis propriedades no Douro: Quinta da Gaivosa, Quinta da Alveleira, Quinta das Caldas, Quinta da Estação, Vale da Raposa e Quinta da Oliverinha. Possui uma área de aproximadamente 120 hectares.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Hoje Domingos Alves de Sousa conta, em sua empresa, com a importante presença de seu filho Tiago que é o Diretor de Produção da empresa. Além dos dois uma outra presença importante no grupo é a do enólogo assistente Anselmo Mendes, um dos mais prestigiados em Portugal e que já foi escolhido como Enólogo do Ano em 1977.

Vinhos que degustamos durante o almoço (clicar neles para ver a avaliação):

Clique para ampliar

Voltando ao almoço na Enoteca Decanter, ele foi mais uma importante e valiosa oportunidade de desfrutar da gentileza, atenção, conhecimento e vinhos deste produtor que não deixa de visitar nosso país. A conversa, os vinhos e a tradicional qualidade da Enoteca Decanter fizeram deste almoço um momento mais do que especial. Poder partilhar da mesa de uma pessoa da estatura de Domingos Alves de Sousa é um fato que só aumenta o encanto e a paixão que eu tenho pelo vinho! Longa vida a esta verdadeira Lenda Viva do Mundo dos Vinhos.

 

  • Rex Bibendi
  • Enoteca Decanter
  • Vinho Site